28 de junho de 2015

O meu primeiro livro

Para que tiver interessado, estou a beira de publicar o meu primeiro romance, O Bom Ditador, para mais informações:

http://gjnd-books.blogspot.com.es/

31 de março de 2013

4º Aniversário e Fim do Blog


Chegou assim o 4º aniversário deste espaço e o ultimo que irá cumprir. Depois de muito ponderar decidi que estava na hora de fechar o blog, podia arranjar várias desculpas mas a principal é que não tenho disponibilidade para poder actualiza-lo como fiz até agora.
Irei dando algumas dicas, opiniões, criticas e afins na pagina do facebook que essa sim fica ativa.
A todos os que partilharam comigo este ciclo, um muito obrigado.
Gonçalo


27 de março de 2013

Além das Montanhas (2012) - Filme Romeno


Sempre que tenho oportunidade vejo algum filme romeno, obviamente que nem todos os filmes são bons e recentemente até já tive várias deceções. Behind the Hills (2012) é o ultimo filme do famoso diretor romeno, Cristian Mungiu,  ganhador de um oscar pelo maravilhoso filme 4 meses 3 semanas 2 dias (2007). O filme venceu o prémio de melhor argumento em Cannes.

A historia passa-se da profunda Roménia, numa espécie de igreja/mosteiro, onde um padre e umas 10 freiras vivem em profunda devoção. Umas delas, Voichiţa (Cosmina Stratan),  recebe uma visita, uma amiga de longa data com a qual teve uma relação amorosa, que vem da Alemanha para leva-la. Contudo esta choca por completo com a situação em que se contra a sua amiga.

Dou um 6/10, o filme é baseado numa historia verídica e sinceramente espera bem mais dele. Acho que o argumento é bastante interessante mas não para fazer quase 150 minutos de filme, em alguns momentos achei-o lento e aborrecido. Contudo, em geral é um bom trabalho do cineasta, quase parece uma reposição dos acontecimentos ou uma espécie de documentario. Recomendável só para fãs de cinema romeno.

25 de março de 2013

Badlands (1973) - Filme de Terrence Malick

Terrence Malick é sem duvida um cineasta bastante bizarro, tem uma carreira com mais de 40 anos e só dirigiu 5 filmes, o ultimo deles foi A Árvore da Vida (2011). Nos anos 70 fez dois filmes e Badlands (1973) foi o seu primeiro trabalho, que cumpre 40 anos. Filme que hoje é considerado como um dos mais
influentes do género.


A historia é sobre um casal de namorados,  Kit Carruthers(Martin Sheen) e  Holly Sargis(Sissy Spacek). Kit não tem trabalho certo e sem perspectivas de futuro, enquanto Holly é mais nova e ainda está a estudar. Após o pai dela desaprovar o namoro,  Kit mata-o e o casal começa a fugir sem grande rumo e  Kit segue matando a mais gente.


Dou um 7/10, são realmente diferentes os filmes deste cineasta, sobretudo em relação aos pequenos pormenores. A fotografia é realmente sublime juntando à bem escolhida banda sonora dá-nos momentos de beleza inesquecivel. É inevitável a sua comparação a Bonny and Claind (1
969), pessoalmente é-me difícil dizer qual a melhor, os dois são altamente recomendáveis.

23 de março de 2013

Dans la Maison (2012) - Filme Francês


Há um programa no canal dois da televisão publica espanhola (tve2), dias de cine, que fala semanalmente de    estreios e cinema em geral. Excelente programa que nunca perco 1 episódio, Dans la Maison (2012) foi escolhido por eles como o melhor filme de 2012. Foi dirigido por François Ozon que anteriormente fez 8 femmes (2002) e Swimming Pool (2003).

A historia passa-se num colégio, onde um professor de francês Germain (Fabrice Luchin), cansado de tanta mediocridade entre os seus alunos descobre por fim um aluno com bastante talento, Claude Garcia (Ernst Umhauer). Contudo Claude Garcia utiliza o seu talento para escrever as suas visitas à família de um colega e os seus contos são bastante escuros.

Dou um 9/10, um filme brilhante, um professor frustrado que gostaria de ser escritor mas que não tem talento encontra um rapaz talentoso mas bastante perverso. Além do magnifico argumento, o cineasta faz uma montagem bastante inteligente. Um filme não recomendável para as massas mas certamente que qualquer cinéfilo o achará um delicatessen.

21 de março de 2013

Django (2012) de Quentin Tarantino


Tenho confessar que gosto mais dos primeiros tempos de Tarantino, onde o cineasta falava de gangster e ladroes de pouca montra, como em Reservoir Dogs (1992), Pulp Fiction (1994) ou Jackie Brown (1997). Estes últimos filmes do popular cineasta não são tanto do meu agrado, anti heróis que matam meia cidade sozinhos como Kill Bill (2003),  Inglourious Basterds (2009) e agora Django (2012).

A historia passa-se no velho oeste norte americano, dois anos após o fim da guerra civil americana. Django (Jamie Foxx) um escravo negro prepara-se para ser vendido num mercado para escravos quando um caçador de recompensas Dr. King Schultz (Christoph Waltz) o decide comprar, de uma maneira pouco ortodoxa, e juntos irão à procura de três bandidos.

Dou um 7/10, foram tantas as boas criticas e elogios que ouvi que tinha as expectativas muito altas para este filme, não me pareceu assim tão bom. Sim que gostei imenso da personagem de  Dr. King Schultz (Christoph Waltz), que ator genial, os diálogos são excelentes e típicos de Tarantino, a banda sonora está bem escolhida. E só como curiosidade alguém sabe quantas vezes foi dita a palavra nigger? Eu diria 100, como mínimo.

19 de março de 2013

Os Passaros (1963) de Alfred Hitchcock

Três anos após ter feito a obra prima de Psycho (1963), o mestre do suspense volta a supreeender meio mundo com um filme no minimo original, The Birds (1963), que cumpre este ano o seu 50º aniversário. Um dos filmes em que Alfred Hitchcock mais se aproxima do terror e onde utiliza varios inovações em termos de efeitos especiais.

A historia começa com Melanie Daniels (Tippi Hedren), uma jovem da cidade de São Francisco, vai até uma pequena cidade chamada Bodega Bay, atrás de um potencial namorado: Mitch Brenner. Mas na cidade começa de repente a acontecer fatos estranhos: pássaros de todas as espécies passam a atacar a população.

Dou um 9/10, um dos meus filmes preferidos de Alfred Hitchcock, bastante original, com uma crescente de tensão ao longo do filme que conhece o seu apogeu num magnifico final. Obviamente que os efeitos especias têm 50 anos e isso notam-se mas a musica é magnifica e sobretudo a historia é inesquecivel. Todo um classico.

17 de março de 2013

The Master (2012) - Paul Thomas Anderson

Havia muita expectativa em relação ao novo trabalho de Paul Thomas Anderson, após o aclamado There Will Be Blood (2007), perguntava-se o que viria a seguir, além de ser o seu regressado ao cinema trazia Joaquin Phoenix, um regressado ao cinema após uma estranha ausência. O Mestre (2012) foi razoavelmente recebido, embora tenha tido uma receita de bilheteira mais baixo que o orçamento.

A historia passa-se após a II Guerra Mundial, o marinheiro Freddie Quell (Joaquin Phoenix) volta a casa após ter lutado contra os japoneses. Está obcecado pelo sexo e mentalmente está afetado. Após andar a vaguear sem destino conhece Lancaster Dodd (Philip Seymour Hoffman), um psicólogo que pratica a "regressao", coisa nova na altura.

Dou um 5/10, fiquei sem entender qual era o objectivo do cineasta, abordar o inicio de regressão ou de um vagabundo sem um sitio onde cair morto, ou talvez fosse as duas coisas. Fraco, desinteressante e demasiado cumprido (mais de duas horas) para a historia. O único que salva é mesmo a boa interpretação de Joaquin Phoenix.

15 de março de 2013

A Lista de Schindler (1993) de Steven Spielberg

Há 20 anos atrás dizia-se que a academia cinematografica (oscars) estava chateada com o cineasta norte americano Steven Spielberg. Ele tinha feito vários filmes de enorme sucesso e qualidade que não tinham recebido o devido valor pela academia, mas após A Lista de Schindler (1993) era impossível não "encher" de prémios este filme, que muitos apontam como o melhor sobre o genocídio da II Guerra Mundial.

A historia é inspirada em algumas partes da vida de Oskar Schindler (Liam Neeson) que durante a II Guerra Mundial ajudou a vários judeus a escapar dos campos de concentração. Retrata também os campos de concentração e as perseguições feitas pelos nazis aos judeus ou aqueles que resistiam à sua lei.

Dou um 9/10, embora haja algumas criticas à maneira como Spilberg manejou os acontecimentos para dar à historia uma vertente mais moral, também não deixa de ser verdade que estamos perante um filme que nós lembra o terror daquilo que se passou. Tecnicamente está perfeito, a utilização do preto e branco, a fotografia, os atores, até mesmo a duração (185 minutos).

13 de março de 2013

O Impossivel (2012) - Filme de Juan A. Baiona

Embora possa não parecer este filme é espanhol, tanto a produção como o cineasta são espanhóis, mas Baiona quis que este filme tivesse uma projeção internacional e reaver os 30 milhões investidos nele. Assim, que foram contratados Naomi Watts e Ewan McGregor para os papeis principais e ao final o filme foi um verdadeiro bockbuster.

O filme conta a historia verídica de uma família europeia que vai passar as ferias de natal numa praia paradisíaca na Tailândia. Contudo em poucos segundos o paraíso passa a inferno quando toda a zona é varrida pelo maior tsunami de historia.

Dou um 7/10, gostei bastante da recriação do tsunami, é magnifico ver os pequenos detalhes e a monstruosidade que foi aquelas ondas gigantes. O filme chama demasiado ao sentimentalismo e à lágrima fácil, mas é um filme empolgante, com boas atuações, um argumento bem trabalhado e um trabalho técnico excelente.